Pages Menu
TwitterRssFacebook
Categories Menu

Posted by on nov 8, 2013 in Crianças x Finanças, Dicas | 0 comments

A HORA DA MESADA

Muitas famílias tem dúvidas de quando introduzir a mesada, ou semanada para os filhos.

Isso vai depender muito, da condição financeira de cada núcleo familiar.

Mas desde pequenos, lá pelos 4 anos, os pais podem presentear os filhos com o bom e velho cofrinho e   eventualmente algumas moedas,. Esse presente deve estar unido à explicação de que o dinheiro é o instrumento de troca pelo qual a criança conseguirá o brinquedo desejado. Outra dica é ir incutindo na mente dos pequenos que, quando desejamos algo, primeiro precisamos juntar o dinheiro para realizar nosso sonho.

Dessa forma os pais estarão formando futuros adultos financeiramente saudáveis.

 

Read More

Posted by on mar 8, 2013 in Artigos, Crianças x Finanças, Dicas, Família | 0 comments

COMO EDUCAR FINANCEIRAMENTE SEU FILHO?

 

HORA DA MESADA

 

 

Como educar financeiramente os filhos?

Essa é uma pergunta frequente que fica “martelando” na cabeça de muitos pais.

Nós sabemos muito bem que, criança aprende antes de tudo, através do exemplo que vê cotidianamente.

Primeiro Passo: Se tornará mais fácil educar financeiramente um filho, se você  viver essa situação no dia a dia. Ter as atitudes de uma pessoa educada financeiramente e essas estarem incorporadas no cotidiano da família.

Segundo Passo: explicar para seu filho que o dinheiro é importante, é o instrumento de troca entre as pessoas.  Eu desejo algo e troco meu dinheiro por isso. Mas que existem outras tantas coisas, muito mais importantes, que o dinheiro não pode comprar, como por exemplo: amor, amizade, carinho, saúde, união da família. Esses devem vir em primeiro lugar em nossa vida!

Terceiro Passo: vivenciar com seu filho que “desejo” de comprar um brinquedo é o mesmo que: passar um tempo guardando dinheiro para que essa compra possa ser efetuada com sucesso, tranquilidade e com prazer.

A mesada, ou semanada, nesse caso o ajudará e muito por em prática essa tarefa de formar um adulto sustentável no futuro, pois a criança, ao receber a mesada irá planejar o que fazer com ela. Podendo destinar uma parte para comprar suas guloseimas durante o mês e outra parte guardar em seu cofrinho para realizar o desejo de compra de determinado brinquedo.

E se no meio do caminho, a criança desviar de seu objetivo e gastar tudo que poupou com outras compras realizadas por impulso e sem tanta importância?

Conversar e expor o fato ocorrido, fazendo a criança se questionar se realmente precisava daquela compra e a consequência de seu ato: agora vai demorar um pouco mais de tempo para juntar novamente o dinheiro e comprar “aquele” brinquedo que tanto ela deseja.

 

test

Read More